segunda-feira, 27 de setembro de 2010

clássicos - livros de gestão

Ora muito boa noite

Já ando há algum tempo para escrever sobre livros de gestão. A literatura técnica sobre a área e sobre as últimas tendências é sempre importante. Aliás, é mesmo essencial para qualquer gestor que queira alargar horizontes. Mas acho que, para além desse tipo de literatura moderna, há que aprender com os clássicos.
A gestão existe desde que existem agrupamentos de humanos. Gerir equipas e equipamentos, quer seja a nível corporativo, quer seja a nível associativo, é sempre um desafio. As tecnologias e as modas podem variar ao longo dos tempos, mas há uma coisa que, no fundo, se mantém: o funcionamento humano. Apesar de os aspectos morais/éticos associados à gestão se terem alterado ao longo dos tempos, acho que há dois clássicos que devem ser lidos por todos os gestores ou aspirantes a gestores, sejam gestores de grandes empresas multinacionais como da oficina da esquina ou da associação de estudantes da secundária.
Escrito o paleio todo, deixo uma sugestão, para já:

O Príncipe, de Maquiavel.
Este grande livro de estudo foi escrito por Nicolau Maquiavel no século XVI, tendo sido dedicado a Lourenço II de Médicis (foi escrito por Maquiavel para ser uma prenda para o príncipe). Esta obra é um resumo escrito por Maquiavel sobre tudo o que um jovem príncipe deve saber sobre política e guerra, como conquistar as terras cobiçadas e extinguir inimigos. Aqui a palavra "extinguir" é levada no sentido literal, mas, à parte da chacina constante recomendada no livro, achei todos os conselhos bastante actuais (desde que lidos com sentido crítico e interpretado como uma metáfora, que é realmente aplicada ao mundo empresarial da actualidade).
Para perceberem o que quero dizer, eis alguns dos capítulos incluídos:

Capítulo 1 : De quantas espécies são os principados e como são adquiridos
Capítulo 10: Como medir as forças de todos os principados
Capítulo 14: Os deveres do príncipe com suas tropas
Capítulo 19: Como evitar o desprezo e o ódio
Capítulo 20: Se as fortalezas e muitas outras coisas quotidianas usadas pelos príncipes sejam úteis ou inúteis
Capítulo 21: Como um príncipe deve agir para ser estimado
Capítulo 22: Dos secretários que acompanham o príncipe
Capítulo 23: Como evitar os aduladores

Podem saber mais aqui e comprá-lo aqui [cerca de 10€] ou aqui [cerca de 7€] ou aqui [cerca de 10€].


Enviar um comentário